O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   21 de Novembro de 2017
Publicidade

Mara Caseiro deve reunir PSDB Mulher esta semana para discutir rumos

Eleita presidente da ala feminina no sábado, prometeu que o grupo não irá ficar limitado ao papel de mero departamento do partido 

13/11/2017 - 09h52

Campo Grande

Mara Caseiro assume comando do PSDB Mulher (Foto: Divulgação )

A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) deve reunir esta semana a direção do PSDB Mulher, para o qual foi eleita presidente no sábado, durante a convenção do diretório regional do partido, ocorrida no Clube Nipo, em Campo Grande. 


O objetivo do encontro da ala feminina é tratar da programação para o final deste ano, já com a nova dinâmica pretendida, segundo a assessoria de imprensa da parlamentar. 


Eleita por unanimidade, a tucana destacou que o PSDB Mulher não vai se limitar ao papel de mero departamento do partido, para assumir novas responsabilidades no trabalho de mobilização e de estruturação do partido e das campanhas eleitorais que se aproximam. 


“Vamos caminhar unidas, lado a lado, na luta por um futuro melhor e temos certeza que vamos ser vitoriosa”, afirmou.


Em seu discurso de posse, destacou ainda a importância do trabalho que vem sendo desenvolvimento no Estado pelo governador Reinaldo Azambuja. Segundo ela, as transformações que ele comanda estão mudando para melhor a vida das pessoas e trazendo desenvolvimento para o Estado e isso fortalece o PSDB, suas bancadas e as lideranças municipais. Por isso, entende ela, o PSDB Mulher terá papel decisivo nos projetos do partido. 


“Além do trabalho partidário, temos também as nossas lutas especificas que nos dão ainda mais motivação e legitimidade”, lembrou Mara Caseiro, destacando entre outras bandeiras, o combate à violência contra a mulher, o apoio ao empreendedorismo feminino e a ampliação dos espaços da mulher da política.


Mara lembrou ainda que as mulheres, mobilizadas a partir de uma chapa que contemplou toda a representação do PSDB nos municípios e em vários segmentos da sociedade, vão participar mais ativamente da vida partidária a partir de agora. 


“Não podemos nos acomodar e muito menos nos omitir. Vamos mostrar que somos mulheres de luta, acostumadas a nos desdobrar em esforços para alcançar nossos objetivos”, garantiu ela. 

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS