O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   27 de Setembro de 2016
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Sentença

Aos poucos, as ações do juiz Sérgio Morro vão chegando a Mato Grosso do Sul e colocando gente na berlinda. Essa já é a 34ª fase da Operação Lava Jato que já levou mais de uma centena de pessoas para detrás das grades. Com mais essa investida da Justiça Federal por aqui, quem sabe os responsáveis pela Lama Asfáltica não aceleram o ritmo e não lançam novos desdobramentos nos próximos dias. Após seu lançamento, algumas figurinhas carimbadas passaram algumas noites no xilindró.

Pé no barro

Passada a poeira das investigações da Operação Lama Asfáltica, ao menos por enquanto, André Puccinelli voltou à cena política estadual. Além de aparecer na telinha da TV em horário nobre pedindo votos para candidatos a prefeito e a vereador pelo PMDB, tem ido às bases eleitorais fazer corpo a corpo. O italiano, que desistiu de disputar a prefeitura de Campo Grande depois de avaliar um cenário desfavorável, começa a se movimentar pensando em 2018, quando tentará derrotar o tucano Reinaldo Azambuja.

Depondo

Sobrinho do ex-secretário-adjunto de Fazenda durante o governo do PMDB, André Cance, o empresário Thiago Nunes Cance está na lista de investigados na Operação Lava Jato que tiveram que prestar depoimento para a Polícia Federal na manhã de segunda-feira (29). Ele é suspeito de ter recebido recursos ilícitos de esquema de corrupção envolvendo a Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A), em São Paulo.

Escaldante

Não foi só o clima que esquentou em Corumbá nesses últimos dias. A política também teve lá seus dias de caldeirão efervescente por conta de declarações contundentes de dois pesos pesados da política sul-mato-grossense: Reinaldo Azambuja (PSDB), atual governador, e André Puccinelli, ex-comandante de MS. Tudo por causa de seus pupilos -- Ruiter Cunha (PSDB) e Paulo Duarte (PDT) -- que disputam a preferência do eleitor. Embora compadres, o que conta neste momento é o voto na urna.

Descontrole

Em Iguatemi, no sul do Estado, um incidente envolvendo um policial civil com alguns políticos, entre eles dois com mandato, por pouco não acaba em tragédia. Na cena desse episódio estavam o ex-governador André Puccinelli, o deputado federal Carlos Marun (PMDB) e o deputado estadual Lídio Lopes (PEN). Embora tenha ameaçado atirar em todo mundo, o agente acabou fugindo do local e a situação voltou ao normal. Fatos como esse precisam ser repudiados.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS