O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   18 de Janeiro de 2018
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Camisa de força

Presidente regional do MDB, André Puccinelli foi indiciado na quarta-feira (17), em mais um processo pela Polícia Federal, que concluiu um dos inquéritos da então Operação ”Papiros de Lama”, 5ª fase da Lama Asfáltica. O líder peemedebista, que virou réu na última sexta-feira (12), em uma das ações da Operação, agora será novamente encaminhado à Justiça para um possível novo julgamento, juntamente com outras 24 pessoas indiciadas.

Elefante branco

Parada há mais de ano, a polêmica obra do Aquário do Pantanal será retomada pelo governo tucano de Reinaldo Azambuja (PSDB).  Considerada a galinha dos ovos de ouro no governo de André Puccinelli (PMDB), a obra foi orçada em R$ 84 milhões e deve ser concluída no valor total estimado em R$ 230 milhões. A torcida é que o empreendimento questionável seja realmente entregue e a população possa desfrutar de mais um atrativo turístico da capital sul-mato-grossense.

Reboliço
Reboliço

Dizem que a cúpula do governo estadual prepara uma minirreforma forçada no Parque dos Poderes, independente das mudanças previstas a partir da saída de secretários de Estado que desejam disputar cargos eletivos este ano. O alvo dessa vez são funcionários que porventura seus partidos decidam ficar fora da aliança com o PSDB, além de outras questões partidárias. Barnabé graduado ligado ao PSB, por exemplo, está com os dias contados por causa de sua ligação com André Puccinelli. 


1º Round

Novas polêmicas devem vir à tona na Capital somente para facilitar a vida do prefeito Marquinhos Trad (PSD). A  pedido do vereador Lívio Viana (PSDB), a Justiça concedeu liminar determinando a suspensão a taxa de lixo. O juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, considera que a suspensão pelo prefeito poderia ser revista "unilateralmente a qualquer momento". O que deve ser feito pela Câmara após o fim do recesso. 

Acabaxi

Ocorre que tudo começou por causa da diferença de valor cobrado pela prefeitura de Campo Grande. Marquinhos Trad havia anunciado reajuste de 2,56% do IPTU, mas quando o carnê chegou a casa dos contribuintes, a taxa de lixo e outros fatores fizeram o valor total aumentar mais de 40%. Depois do recuo do poder público, o povão que já pagou o imposto embutido aguarda a devolução do dinheiro. 

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS