O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   30 de Abril de 2017
Publicidade

Atemporal...

27/01/2017 - 09h51

Raquel Anderson 

Lamaçal no peito, atoleiro arterial

Doar-se por inteiro, pairar no punhal

Na travessia do deserto, desejo oceânico, camuflar-se num pirizal

Cataclisma intencional, ressurgir, iludir, provocar vendaval

Chorar de cara vazia, sob o céu há asfixia, desacreditar no mal

Abrigar-se na paixão, titubear na contra mão, pendurar os sonhos no varal

Perceber nosso tamanho, reerguer-se na própria força descomunal

De asas quebradas, cauteloso plano de voo, decolagem magistral

Rasantes de um valente, intempéries presentes, pouso fatigado no quintal

Obscuro abrigo, centrar-se no umbigo, dor gradativa em espiral

Juntar os cacos, remendar os pedaços, secura na alma, coragem matinal

Digerir a ingratidão, arrancar a vida com a mão, ressurgir fatal

Ninho feito com poesia, ajeitar-se no espelho, ponto final

Sair pela vida sem buscar guarida, encarar a vida real

Carregar as verdades, acreditar na doçura, abstração irreal

Bagagens pesadas, desolamento na calçada, traço poético surreal

Poeta escancara dor em poesia, realidade ficcional, desassossegos... ser abismal.


Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Raquel Anderson
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS