O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Junho de 2017
Publicidade

Fachin já analisa se partes devem se manifestar antes em denúncia da PGR

Na semana passada, o relator conversou com colegas do STF sobre como eles interpretam o regimento interno e a legislação sobre o assunto

16/06/2017 - 08h43

G1

Presidente Michel Temer (PMDB-SP) (Foto: Divulgação )

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), já analisa a necessidade de ouvir ou não as partes, antes do envio à Câmara dos Deputados, na denúncia que será apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Michel Temer (PMDB-SP).


Na semana passada, o relator conversou com colegas do STF sobre como eles interpretam o regimento interno e a legislação no que diz respeito ao envio da denúncia e à necessidade ou não de ouvir as partes. 

Fachin pode decidir ouvir as partes - Michel Temer e Ministério Público- em uma espécie de manifestação final antes de enviar a denúncia aos deputados. 


O relator, no entanto, ainda analisa a questão e não bateu o martelo sobre isso.  Quer, segundo auxiliares,  "sentir a temperatura do tribunal" antes de decidir.


Após Rodrigo Janot apresentar a peça ao STF, é a corte que envia à Câmara. Temer quer pressa na análise da denúncia pelos deputados e precisa de 172 votos para rejeitá-la. 


Temer pediu a Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que resolva a questão ainda no primeiro semestre, em julho. 


Mas se Facin decidir ouvir as partes antes de enviar a denúncia à Câmara , os planos do governo Temer devem atrasar. 

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS