O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   15 de Dezembro de 2018

Empolgado, integrante de partido nanico tenta embalar candidatura em MS

Empresário pensa em disputar o governo do Estado em outubro 

10/01/2018 - 16h30

Campo Grande

O empresário Cláudio Sertão (Foto: Divulgação )

O empresário Cláudio Sertão (Podemos) deu início à pré-campanha para as eleições deste ano. 


Empolgado, o integrante do partido nanico tenta embalar sua candidatura ao governo de Mato Grosso do Sul.


Ele e sua equipe elaboraram um roteiro de reuniões políticas com as comunidades dos municípios de Terenos, Anastácio, Aquidauana, Miranda, Corumbá e Ladário.


Os encontros com lideranças políticas e comunidade dessas regiões vão acontecer a partir desta semana. 


“Vamos falar das propostas do nosso partido, o Podemos, para o crescimento e desenvolvimento econômico e social de Mato Grosso do Sul”, afirmou Cláudio Sertão que acumulou grande experiência na geração de emprego e renda como empresário ligado à Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul – Fiems e também pela sua atuação no Governo do Paraguai, na fronteira com MS, onde exerce a função de secretário de indústria e comércio da região do Departamento de Amambay.


Cláudio Sertão levou dezenas de empresas para a região de fronteira e conseguiu gerar milhares de empregos. “Sabemos como fazer para fomentar o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Precisamos reduzir essa elevada carga tributária para que o empresariado possa investir e gerar novas oportunidades de trabalho para as famílias”, afirma.


Ele afirma também que o tempo urge e que não há tempo para férias e outras mordomias como outros pré-candidatos ao governo estão fazendo nesse período. “Temos muitos problemas para serem resolvidos nos nossos municípios, que estão praticamente falidos. Precisamos conhecer bem a realidade de cada região para que possamos, no Governo, resolvermos essas questões”, justifica sua corrida rumo às urnas deste ano.


Outro “trunfo” com o qual o pré-candidato do Podemos conta é o fato de não ser investigado por nenhuma operação da Polícia Federal, ao contrário de outros pré-candidatos ao Governo de MS, que estão “atolados” em denúncias de corrupção e desvio de dinheiro público. “Nós temos ficha limpa para disputar as eleições deste ano e, acima de tudo, temos também a competência para administrar bem este grande Estado”, afirmou.


Antônio Mielle, um dos coordenadores da campanha do Podemos, afirmou que depois desses municípios da região Oeste de MS o partido vai estabelecer novos roteiros para serem cumpridos até 3 de outubro.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS