O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Junho de 2018
Publicidade

Sem Neymar, Uefa divulga seleção de 2017 com Daniel Alves e Marcelo

Com uma formação 4-4-2, Messi e Cristiano Ronaldo formam a dupla de ataque, com Hazard, Modric, Kroos e De Bruyne no meio de campo

11/01/2018 - 09h24

Globo Esporte

Finalistas da Liga dos Campeões e companheiros de Seleção, Daniel Alves e Marcelo entraram na seleção (Foto: Divulgação)

Após disputa que reuniu quase 8,8 milhões de votos ao redor do mundo, a Uefa divulgou na manhã desta quinta-feira a sua seleção de 2017 com dois brasileiros: Daniel Alves e Marcelo. Com uma formação 4-4-2 e sem Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo formam a dupla de ataque, com Hazard, Modric, Kroos e De Bruyne no meio de campo. Buffon é o goleiro e Chiellini e Sergio Ramos acompanham os laterais da seleção brasileira na linha defensiva.


A seleção é bastante semelhante com a da Fifa (que levou em conta a temporada passada e não o ano corrido). Saem apenas três nomes da equipe (escolhida por jogadores de várias partes do mundo): Bonucci, Iniesta e Neymar. Entram: Chiellini, Hazard e De Bruyne.


A disputa acontece desde 2001 e, nesse ano, listou 50 concorrentes a uma vaga na equipe ideal da Uefa - sendo eles cinco goleiros, 15 defensores, 15 meias e 15 atacantes. Seis brasileiros estavam entre os escolhidos: além dos laterais e de Neymar, que foi eleito para o melhor onze em 2015, mas ficou fora em 2016, os outros nomes citados foram: Alex Sandro (Juventus), Casemiro (Real Madrid) e Fabinho (Monaco).


Entre os clubes, o Real Madrid era, de longe, o que tinha mais indicados para a votação. Onze atletas do time Merengue estavam na lista - entre os espanhóis, por exemplo, Barcelona e Atlético de Madrid contavamm com quatro. Dos 11 campeões europeus e mundiais, Sergio Ramos, Marcelo, Kroos, Modric e Cristiano Ronaldo representaram o domínio merengue na seleção do ano.


A nominação dos 50 jogadores ainda trouxe um recorde merengue nessa temporada - com mais uma inclusão, Cristiano Ronaldo chegou a sua 14ª participação na lista, número maior que o de qualquer outro jogador.


As seleções da década

Seleção 2017

Buffon; Daniel Alves, Sergio Ramos, Chiellini e Marcelo; De Bruyne, Kroos, Modric e Hazard; Cristiano Ronaldo e Messi.

Seleção 2016

Neuer; Boateng, Piqué, Sergio Ramos e Bonucci; Modric, Kroos e Iniesta; Griezmann, Cristiano Ronaldo e Messi.

Seleção 2015

Neuer; Daniel Alves, Sergio Ramos, Piqué e Alaba; Iniesta, Pogba e James Rodríguez; Neymar, Cristiano Ronaldo e Messi

Seleção 2014

Neuer; Lahm, Sergio Ramos, Godín e Alaba; Robben, Kroos e Di María; Cristiano Ronaldo, Messi e Ibrahimovic.

Seleção 2013

Neuer; Lahm, Thiago Silva, Sergio Ramos e Alaba; Bale, Reus, Ozil e Ribery; Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic

Seleção 2012

Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Thiago Silva e Lahm; Pirlo, Xavi, Iniesta e Ozil; Cristiano Ronaldo e Messi

Seleção 2011

Casillas; Daniel Alves, Piqué, Thiago Silva e Marcelo; Xavi, Iniesta, Bale e Robben; Cristiano Ronaldo e Messi

Seleção 2010

Casillas; Maicon, Puyol, Piqué e Ashley Cole; Xavi, Iniesta e Sneijder; Cristiano Ronaldo, Messi e David Villa

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.92%
Não
63.29%
Não sei
5.80%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS