O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   19 de Agosto de 2017
Publicidade

PROPOSTA

29/07/2017 - 22h19

Roberto Costa 

O Programa de Demissão Voluntária (PDV) que está sendo proposto pelo presidente Michel Temer, se alcançar os objetivos, irá proporcionar ao governo uma economia de R$ 2 bilhões.

**

CONTRAPROPOSTA – Para economizar muito mais, os servidores públicos federais, avalizados pela maioria do povo brasileiro, estão sugerindo a demissão de Temer e sua corriola.

**

ONUS E BONUS – O interessante é que o país ficaria livre de corruptores e corruptos, enquanto os presídios ganhariam mentores de crimes do colarinho branco. A partir daí surgiria a sigla PP – Político Porcaria.

**

MISTURANDO DINHEIRO – O ex-presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine – que tinha aparência de sério – andou misturando o dinheiro dele com o de Marcelo Odebrecht.

**

ERRO DE CÁLCULO – Como a contabilidade não batia, Marcelo resolveu acionar a consultoria da Lava-Jato, que por sua vez convocou a Polícia Federal para ficar com ‘um olho no peixe e outro no gato’.

**

ESPECULAÇÕES I – Os nomes interessados em comandar a economia sul-mato-grossense estão tirando o sono dos especialistas em política guaicuru. O eleitor pode ir se preparando.

**

ESPECULAÇÕES II – Além do nome do ex-governador André Puccinelli (PMDB), Oswaldo Mochi Júnior, se o chefe se tornar inelegível, quer emplacar o dele inclusive com apoio do PSDB.

**

ESPECULAÇÃO III – Correndo por fora, o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, não esconde de ninguém que está pronto para o embate político. Acredita, inclusive, no apoio de Puccinelli e Azambuja.

**

ESPECULAÇÃO IV – Odilon de Oliveira, Ricardo Ayache, Luiz Henrique Mandetta, Pedro Chaves e Elizeu Amarilha são nomes que também postulam o direito de disputar o governo do estado.

**

SEGURANÇA I – Nova tropa de elite da Polícia Civil, o Grupo de Operações e Investigações (GOI), conseguiu solucionar em tempo recorde dois crimes: o roubo seguido de morte do ex-vereador Cristóvão Silveira e sua esposa Fátima, e do musicista Mayara Amaral.

**

SEGURANÇA II – Por conta da resposta rápida, da preocupação de servir e proteger, de não dar trégua para a bandidagem, a ação do GOI está sendo elogiada pela população campo-grandense.

**

MICRORREVISTAMENTO - O acordo firmado entre a Prefeitura de Campo Grande e a Águas Guariroba prevê a recuperação de 15 ruas num total de 22 quilômetros de extensão. O investimento está orçado em R$ 7 milhões.

**

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Roberto Costa
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS