O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Abril de 2024
Publicidade

Filiação partidária: o eleitor arredio!

26/01/2024 - 17h46

CARLOS MARUN: Sugerido o nome do ex-ministro para reforçar a equipe do prefeito paulistano Ricardo Nunes neste ano eleitoral. A ideia é aproveitar seu estilo combativo e marcante durante o Governo Temer. Não houve convite oficial, mas Marun diz que antes de decidir teria que ouvir a família e companheiros políticos do MS.


BATEU LEVOU’: Pelo seu estilo eficiente no Congresso Marun foi chamado de ‘pit-bull’ Nos embates do Congresso ele se destacou. Aos 64 anos de idade, admite estar ficando velho para ser um pit-bull. Ele classifica a gestão de Nunes como eficiente para precisar atuar na defesa. E arrematou: “Se for o caso, vamos jogar no ataque”.


COMBATIVO: Trocou Campo Grande por Porto Alegre. Após deixar o Conselho da Itaipu Marun se dedica a advocacia, mantendo laços com o MDB local. Se aceitar o eventual convite de Nunes fará falta na campanha de André Puccinelli. Mas com o seu partido desidratado e rachado também aqui, não conseguirá operar grandes milagres.


OBSERVE: Ano de eleições é tempo de mudança de hábitos dos políticos. Passarão a cumprimentar de modo afetivo os eleitores com abraços e tapinhas nas costas; usarão carros com os vidros laterais abaixados; enviarão cumprimentos de aniversário. Alguns voltarão a frequentar a igreja, os botecos do bairro e até reconhecerão os vizinhos.


DISTANTES: Políticos encontrando dificuldades nas tentativas de conseguirem filiações para seus respectivos partidos. As justificativas por essa apatia natural estariam centradas em conhecidos pilares: a decepção com a atuação e distanciamento de seus representantes, além dos escândalos/desmandos nas gestões públicas.


REFLEXO: Em 2023 caiu o número de filiados da maioria das siglas partidárias. PSDB, PDT, MDB, União Brasil, Cidadania foram alguns deles. Vejam que mesmo com a ascensão de Lula o PT cresceu só 1% - contra 6% do PL e 2% do Republicanos. Isso é o que pode ser considerado o desencanto do cidadão comum.


IDEALISMO? Palavra lacrada no nosso dicionário. A vontade de servir pelo objetivo maior de ser útil à comunidade parece utopia hoje em dia. Quase sempre há outros intere$$e$ em jogo. O temor é que o ato de filiação seja estigmatizado por ligá-lo à algum projeto pessoal nebulo$o de poder desconectado da população.


DESCONFIADO: Convenhamos, um termo até generoso para definir o sentimento de quem tem ido as urnas para depositar esperanças e que só tem colhido frustrações. Petrolão, Lava Jato, Dinheiro na Cueca, Mensalão, Malas do Gedel, Petrobras, Propinoduto e os casos locais de corrupção ainda na memória da população.


ARREMATE: Qual o perfil do cidadão que você conhece e que esteja filiado a uma agremiação partidária? Trata-se de um cidadão da iniciativa privada, sem interesses pessoais ou empresariais e acima de tudo patriota idealista – efetivamente preocupado com o presente e futuro da sua comunidade? Ou só olhará pra dentro de si?


UMA PIADA: Consta na Constituição de que todos brasileiros são iguais perante a lei. ‘Faz me rir’. Dados oficiais mostram que no país existem nada mais – nada menos do que 55 mil cidadãos com foro privilegiado. São os chamados intocáveis. Enquanto isso nós, pobres mortais, continuamos com a bolinha vermelha na ponta do nariz.


A VEZ DELAS? Cada partido ou coligação deverá reservar o mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada sexo nestas eleições. É obrigatória também a reserva de 30 % dos recursos públicos (Fundão e Fundo Partidário) para as mulheres candidatas. Ainda: elas têm direito a 30% do tempo na propaganda no rádio e TV.


MACHISMO: Mais de 52% do eleitorado é feminino. Nem por isso o sistema foi proporcional na representação política delas cm cargos eletivos. Mas com das regras mais divulgadas e conscientização de que a lei existe para ser cumprida, espera-se que as eleitoras ponham fim na tradição de que as mulheres preferem votar nos homens.


ODORICO PARAGUAÇU: “Prafrentemente. Isso é obra da esquerda comunista, marronzista e badernenta. Essa obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira. Vamos dar uma salva de palmas a esta figura trepidante e dinamitosa que foi Seu Nonô. Vai ter confabulância político-sigilista sobre as nossas candidaturas. Seu Dirceu, não fique aí com a cara de Seu Malaquias-cadê-minha farofa! Tome os providenciamentos necessários.”


FOLIA DO ITAMAR: Em 14 de fevereiro de 1994 o presidente Itamar Franco foi notícia ao fazer chamegos na modelo Lilian Ramos (sem calcinha) na Marques da Sapucaí. O episódio, ‘café pequeno’ perto das barbaridades de outros governantes. Mas ele deu a volta por cima com o Plano Real. Como dizia o ‘filósofo grego’ Sinhozinho Malta: “Tô certo ou tô errado? ”


FRASES DO ITAMAR: Os números não mentem, mas os mentirosos fabricam números. Vocês (jornalistas) não me deixam casar. A gente só diz sim ou não no casamento, e ainda assim erra. Do jeito que as coisas vão FHC vende a bandeira nacional até 2002. Como vou fazer para saber se as pessoas estão com calcinha preta, verde e vermelha ou sem calcinha? Se o vento desmancha o cabelo não é problema meu.


ALDO REBELO: “Bolsonaro me apoiou para o ministério da Defesa e votou em mim para presidente da Câmara. A política é muito heterogênea e comporta alianças mais amplas. Afinidades são diferentes de alianças. A esquerda abandonou a ideologia e abraçou a biologia. Sou de uma esquerda nacionalista e desenvolvimentista. A esquerdade hoje abandonou a ideologia e abraçou a questão de gênero e cor da pele. ”


NO ESTADÃO: “ ( )...Com a aniquilação moral de Sérgio Moro e da Lava Jato, tem-se como consequência natural, a redenção moral de tantos quantos foram pilhados em falcatruas diversas ao longo de trepidantes investigações anticorrupção na história recente. Ressalve-se que obviamente não se trata de ver aí uma ação concertada entre os diversos interessados, ainda que seja tentador ligar os pontos, mas é inevitável constatar que há poucos insatisfeitos com o destino de Sergio Moro, desmoralizado por Bolsonaro, desqualificado pelo Supremo e possivelmente despejado do Congresso. Que fim melancólico para aquele que se dispôs a ser a palmatória do mundo. ”


PILULAS DIGITAIS:


A candidatura de Beto Pereira para prefeito da capital decola? (no bar da esquina)

Asas de anjos para políticos. Produto em falta no mercado. (Manoel Afonso)

Eu sempre ouço com atenção o que meu cachorro me diz. Ele é um pastor. ” (Nelson Padrella)

“Não estou aqui para ser simpática. Estou aqui para ser competente. ” (Leila Pereira, presidente do Palmeiras)

STJ gastará mais de R$950 mil na reforma da casa de ministro. (na mídia)

Somos o que fomos, acrescentados de culpa. (Fernando Bandeira de Melo Aranha)

A humildade, se você não tem por virtude, precisa ter por esperteza. (Roberto Marinho)

É bem melhor pensar sem falar do que falar sem pensar. (Jô Soares)

Não tenho possibilidade de consertar nada, mas tenho a obrigação de denunciar tudo. (Chico Anísio)

As más companhias não fazem o homem mau. Na verdade, as más companhias, e sobretudo as péssimas companhias, fazem a gente parecer muito melhor do que é.” (Millôr)

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Manoel Afonso
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online