O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Abril de 2024
Publicidade

Sem cravar o nome de Camila Jara, petistas demonstram reconciliação

Pré-candidata à prefeitura de Campo Grande, Camila Jara vinha encontrando resistência dentro do partido para viabilizar o seu projeto político

23/02/2024 - 14h29

Campo Grande

Vander, Camila Jara e Zeca do PT posam para fotos (Foto: Divulgação )

Conjuntura Online


Teoricamente, as divergências políticas entre as lideranças petistas em torno das eleições municipais de outubro foram superadas, se levado em consideração à divulgação de uma foto nas redes sociais na qual aparecem os deputados federais Vander Loubet e Camila Jara e o deputado estadual Zeca do PT.


Pré-candidata à prefeitura de Campo Grande, Camila Jara vinha encontrando resistência dentro do partido para viabilizar o seu projeto político, justamente por causa de divergências com os dois correligionários que, ao contrário dela, vinham defendendo aliança com outro partido.  


No entanto, o clima amanheceu ameno dentro do partido, com a aparição dos três petistas sorridentes na fotografia.


“Amigos, amigas, com o objetivo de dar um encaminhamento franco e democrático às questões eleitorais do PT em Campo Grande, @vanderloubet @camilajarams e eu nos reunimos no final da manhã desta sexta-feira para debater nossa estratégia para 2024 na Capital e no interior”, postou Zeca do PT, deixando a entender que houve consenso nas discussões sobre o tema.


Zeca do PT destacou a importância de alianças estratégicas visando as próximas eleições municipais, ressaltando que, caso seja necessário formar alianças, a intenção é estabelecer diálogos em um nível de igualdade, buscando convergência em torno de programas e projetos administrativos alinhados com a identidade e princípios cultivados pelo PT (Partido dos Trabalhadores).


O objetivo, segundo ele, é garantir candidaturas robustas, comprometidas com o projeto de reconstrução e pacificação do Brasil, liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


“Se eventualmente nós precisarmos fazer aliança, significa que nós queremos sentar à mesa no mesmo nível e dialogar em torno de um programa, um projeto administrativo alinhado a nossa identidade, alinhado aos princípios que nós do PT cultivamos.  Com essa estratégia em mente, temos certeza que teremos candidaturas fortes, capazes de eleger nomes comprometidos com o projeto de reconstrução e pacificação do Brasil conduzido pelo nosso presidente @LulaOficial", postou.


Zeca do PT salientou que a estratégia envolve um entendimento essencial, unindo as ideias debatidas no PT da Capital.


A proposta destaca duas frentes. Primeiramente, a necessidade de lançar pré-candidaturas em municípios estratégicos, como Campo Grande e outros centros urbanos no interior.


Em sua análise, isso visa a fortalecer a presença do partido, marcando território e possibilitando a formação de chapas de vereadores competitivas.


Nesse contexto, a articulação política proposta pelo deputado estadual busca consolidar um posicionamento sólido do PT nas eleições municipais, alinhando-se com os valores e objetivos que a legenda busca alcançar no atual cenário político brasileiro.


“Fizemos um entendimento importante, juntando as duas ideias em debate no PT da Capital. O que significa dizer duas coisas. A primeira: nós temos que ter pré-candidatura aqui em Campo Grande, como nos principais municípios do interior, para marcar uma presença forte e montar uma chapa de vereador e vereadora competitiva”. A segunda: se eventualmente nós precisarmos fazer aliança, significa que nós queremos sentar à mesa no mesmo nível e dialogar em torno de um programa, um projeto administrativo alinhado a nossa identidade, alinhado aos princípios que nós do PT cultivamos", reforçou o deputado estadual. 

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online