O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   18 de Outubro de 2017
Publicidade

Corte de gastos reduz orçamento do PAC ao menor valor em 8 anos

Analistas avaliam que restrição deve afetar obras de infraestrutura e programas como Minha Casa, Minha Vida.

13/08/2017 - 10h57

G1

Governo reduz verba do PAC (Foto: Divulgação )

Em um cenário de forte restrição de recursos e cortes de gastos, os investimentos do governo federal via PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) poderão cair, em 2017, ao menor patamar em oito anos, segundo levantamento do G1.


O PAC foi criado no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, nos últimos anos, alguns dos principais investimentos públicos em infraestrutura no país foram feitos sob sua bandeira, entre eles obras em rodovias, ferrovias, energia elétrica e habitação.


No orçamento de 2017, aprovado pelo Congresso, a previsão de gastos para o PAC é de até R$ 36,07 bilhões. Com a arrecadação abaixo da esperada, porém, o governo federal bloqueou despesas e reduziu os recursos do programa em 45%.


Somente na última revisão orçamentária, o PAC perdeu R$ 7,48 bilhões.


Para o setor de construção civil, os cortes devem afetar programas como o Minha Casa, Minha Vida. Especialistas, entretanto, avaliam que o problema pode abrir espaço para mais parcerias com o setor privado.


O G1 entrou em contato com o Ministério do Planejamento. A pasta informou que não há previsão de que a reprogramação dos recursos destinados ao PAC prejudique o andamento das obras "uma vez que existe possibilidade de reposição desses recursos ao longo dos meses."


Em julho, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, já havia apontado a possibilidade de recompor pelo menos parte do orçamento do PAC ao longo deste ano. Para isso, porém, terá que encontrar novas receitas ou então elevar o teto para o rombo das contas públicas, que já é de R$ 139 bilhões.


Para o economista Raul Velloso, a revisão da meta fiscal que deve ser anunciada pela equipe econômica para este ano, aumentando o rombo fiscal, não vai liberar mais dinheiro para despesas dentro do PAC. "Eu imagino que os investimentos vão continuar baixos", disse.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS