O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   16 de Dezembro de 2017
Publicidade

MS. Estado do Pantanal ou Estado do Laranjal?

26/05/2017 - 14h30

Manoel Afonso

LISTA SUSPEITA  Assisti, li as defesas de vários políticos locais inseridos na famosa lista da delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista. Como a mídia divulgou o teor destes argumentos, cabe ao eleitor sensato  analisar os personagens citados, os fatos e tirar suas conclusões.Respeito a inteligência do leitor.


OPINIÃO PÚBLICA  É o conceito formado. Passional ou implacável. Exemplos: Na falta de documento cartorial do sítio atribuído ao ex-presidente Lula vale o conjunto de informações relacionadas ao caso.  Como não admitir a barbárie do policial rodoviário federal Ricardo Hyun Su Moon matando Adriano C. Nascimento com vários tiros de pistola aqui na capital?


E AGORA?  A procuradora Jacequara Dantas, durante a visita do governador Reinaldo Azambuja ao Ministério Público fez um declaração forte que acusa e compromete os ex-governadores André (PMDB) e Zeca do PT. Disse ela: “O que vimos em outros governos era a tentativa de silenciar os promotores”.


ATÉ TU PEDRO?  O deputado petista Pedro Kemp no rol de beneficiados, vai representar o PT na comissão legislativa para investigar o governador.  Logo ele, crítico mordaz do atual quadro político. Os R$30 mil recebidos seriam por boa fé dele ou falta de orientação da assessoria? A conferir.


PODEROSA  Destaque para a quantia de R$102 mil destinada à deputada Antonieta Amorim (PMDB) pelo fato dela ser irmã do empresário João Amorim, citado  inclusive nominalmente na delação de Joesley Batista como intermediário e influente na cúpula da política local. Entenda como quiser.


RUSGAS  Perguntei ao deputado Beto Pereira (PSDB) sobre as duras críticas do Chico Maia ( ex-presidente da Acrissul) ao governador Reinaldo em vídeo no Youtube. Na lata ele respondeu: “Ele não tem DNA de pecuarista. Não pode ser levado em conta”.  E será que essa polêmica prospera?


SUGESTÃO  Na delação do Friboi vários nomes foram citados como emitentes de notas frias para abate de gado. Até aqui apenas o deputado José Teixeira (DEM), o presidente da Fundação de Turismo Nelson Cintra e o secretário da fazenda Marcio Monteiro exibiram as notas fiscais.


 O CORRETO é que as pessoas citadas tomassem a iniciativa de convocar a imprensa para explicar e exibir seus documentos. Quanto mais tempo pior.  Já se comenta que  poucos deles imitarão  o governador Reinaldo.  E aí terão dificuldades de reverter o estigma de corruptos. Quem avisa...


CASOS GRAVES  Entre janeiro/fevereiro de 2016 Ivanildo da Cunha Mirando emitiu R$5 milhões de notas. O ex-prefeito de Dois Irmãos do Buriti, Osvane Ramos emitiu notas de R$ 847 milhões. Elvio Rodrigues emitiu R$7.600 milhões entre agosto/dezembro de 2017. E tinham cacife para isso?


‘FIGURINHAS’  Impressiona a desenvoltura de alguns personagens ao longo das últimas administrações estaduais. São as chamadas iminências pardas, que agem nos bastidores no trafico de influência nas mais diferentes áreas. Entre elas  João Roberto Baird, João Amorim  e Ivanildo da Cunha Miranda. Até quando?


A ENXURRADA  de denúncias  envolvendo agentes públicos é diária, com prisões inclusive. Nas filas das lotéricas, nos cafés e bancos não se fala em outra coisa. Aí o brasileiro associa as dificuldades financeiras pelas quais passa às sacanagens dos políticos. E nem podia ser diferente.


DE LEVE  ‘Quanto mais tem, mais querem’; a filosofia de grande parte dos políticos. Quando vejo-os em situação humilhantes, levados pela Polícia inclusive, questiono: será que vale a pena isso? Nem saúde ou idade tem mais para usufruir da grana. O que dizer aos amigos, familiares e vizinhos?  Valeu a pena? Nada paga a tranquilidade, a honra e o direito de ir e vir de cabeça erguida. Vão levar o que no caixão?


BASTIDORES  O Fundo Partidário chegará as 819 milhões em 2017 e isso atiça as velhas raposas da política nacional. Lembro que o manda chuva nacional do PSB, deputado Carlos Siqueira destituiu a deputada federal Tereza Cristina do comando local. Sem padrinho e sem cofre ela terá dificuldades em 2017.


FARTURA PTB de MS é fiel a Roberto Jefferson, participa com força do diretório nacional e  morde na gorda fatia do Fundo Partidário. Lembro a frase antológica do presidente Ivan Louzada: “ Ser político não é fácil, principalmente quando se trabalha com sinceridade como trabalhamos”. Aí doeu.  ‘Menos Ivan – please’.


 POLICIA FEDERAL As eleições de 2017 – em todo país – passam sim pela atuação desta instituição, criticada pelos políticos, mas aplaudida pela imensa maioria da população.  Ela faz seu trabalho, mas as vezes ingerências estranhas atuam contra, soltando culpados inclusive. Mas o povo já entendeu isso.


ASSUSTADOS  é que não faltam por aí. A lista deles passíveis de embarcar no camburão preto/dourado da Federal não é pequena. Tudo pode acontecer. Esse papo de que tudo estaria sob controle é falácia. Para isso ‘primeiro seria preciso combinar com a Polícia Federal”. E isso felizmente é impossível.


AO SACRIFÍCIO?  Ouvi no saguão da Assembleia Legislativa que o PMDB, diante do quadro ruim poderia optar pela candidatura a governador do prefeito de Costa Rica Waldeli (PR) ligadíssimo ao ex-deputado Edson Giroto. Os senadores peemedebistas Waldemir Moka e Simone Tebet  veriam o nome como boa opção.


COMPLICADO  Os deputados do PMDB querem e precisam de uma candidatura majoritária sob pena de acabarem fritos como naquela eleição em que a ex-deputada Celina Jalad saiu candidata a vice governadora de Gandi Jamil. Cá entre nós: só de se falar em PR e Giroto o pretenso candidato estará estigmatizado.  


NA TEVÊ?  Para compensar o fim das propagandas com a Fatima Bernardes e Toni Ramos, o Friboi investe em alguns de seus 44 produtos - Margarina Doriana, Swift e Sandálias Havaianas. Bem, há chances do consumidor boicotar seus outros produtos; PMDB, PSDB, PT, PP, PR.


ESSES JUIZES... A mídia foca no Planalto e ignora o diálogo do senador Aécio Neves (PSDB) e o ministro do STF Gilmar Mendes pedindo favores inclusive. Juiz suspeito.  Juiz é pago pra julgar e não dar palpites. O pessoal da toga quer aparecer, como faz o ex-ministro Joaquim Barboza. Quando devia, se acovardou com ‘dor nas costas’.  


TEM JEITO?  Conta Sergio Longen, presidente da FIEMS, das dificuldades que encontra para colocar em pratica vários cursos profissionalizantes aqui na capital. Após a euforia do período das inscrições, o pessoal começa a faltar nas noites em que há futebol na TV.. Futuros clientes do Bolsa Família.


‘BELEZA’  O que pensa o leitor que assistiu as cenas do bate-boca envolvendo os senadores (PMDB) Moka e Renan nesta quarta feira? O que falar então das referências jocosas de Renan quanto a figura do deputado Carlos Marun, chamado de ‘enviado de Curitiba’?  Pois é: o PMDB também apodreceu.  


“Comparadas à Brasília, Sodoma e Gomorra são conventos de carmelitas descalças” ( Rogério Distéfano)

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Manoel Afonso
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS