O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   26 de Abril de 2017

Mandato massageia o ego, enche o bolso!

26/12/2016 - 14h52

Manoel Afonso

A CONTA  Congelados os salários dos vereadores da capital em R$15.031,78. Atitude louvável neste universo de tanta sacanagem. Seria muito ou pouco o valor? Para ajudar o raciocínio do leitor vejamos: aqui na capital para se faturar renda mensal idêntica com alugueis de apartamentos residenciais - é preciso investir R$3.750.000,00 na aquisição de 15 unidades ao valor mínimo de R$250.000,00 cada que renderia R$1.000,00 ao mês sem desconto do Imposto de Renda. Portanto, o mandato parlamentar ainda é um bom investimento. Massageia o ego e enche o bolso.


APLAUSOS  aos eleitos, evidente. Mas eles não podem esquecer que é ínfimo o percentual de seus eleitores que ganham – com sol ou chuva – um salário desse valor. E a pergunta que não se cala: estarão todos eles preparados para representar nossos interesses na administração da cidade? Estarão afinados com a legislação tributária ou administrativa? E quando consultados, seus assessores estarão preparados para dirimir dúvidas e dar a orientação a altura?


OS ÚLTIMOS escândalos envolvendo a Câmara Municipal de Campo Grande tem sido alvos de questionamentos da sociedade, que pede transparência nos critérios de gastos e escolha de funcionários cuja maioria é de apadrinhados. Aliás, espera-se que a ‘Coffee Break’ não tenha sua parte final engavetada pelo Ministério Público.


CONCORDO  com o colega Diogo Mainardi: “ Lutar pelos pobres no Brasil, é sempre bom negócio”. Basta olhar para a mudança do padrão de vida dos nossos parlamentares ( em todos os níveis) inclusive do PT. Curioso; jamais vi um deles propor a diminuição dos valores de seus salários e subsídios mensais. Quanta hipocrisia!


A PROPÓSITO  Agindo como se o partido deles não tivesse responsabilidade pela quebra do país, os deputados estaduais do PT voltaram a usar os sindicalistas para tentar impedir a aprovação da renegociação da dívida do Estado nesta última quarta feira e que vai gerar economia de R$864 milhões ao Mato Grosso do Sul. E o curioso: os nossos deputados estaduais do PT não criticam mais a ‘Lava Jato’ após a prisão do pessoal do PMDB. Parecem reconfortados.


É DEVER  sim da imprensa, além de apontar erros, pedir soluções, convidar a opinião pública a refletir para o outro lado da notícia. As delações da Lava Jato confirmam que os políticos são mais iguais do que diferentes, independentemente de siglas. Aí vale a frase do jornalista Millor Fernandes? “A imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados.” 


CONFIDÊNCIA Prestes a completar 75 anos de idade em fevereiro próximo, o ex-deputado Londres Machado (PR) não será mais candidato. Quer só viabilizar a trajetória política da mulher e da filha. Os tempos são outros, a ditadura do relógio é cruel e sua saúde merece cuidados. 


IDENTICA perspectiva é aplicada ao ex-governador André Puccineli (PMDB). Aos 68 anos de idade já sente os efeitos desta ‘maratona do poder’ e as marcas são visíveis. Ele tem sido franco aos seus órfãos políticos - de que é preciso olhar para o outro lado da cerca da vida. Ora! O relógio também está contra ele.


IMPRESSIONANTE... Foi assim também com os ex-governadores Pedro Pedrossian (PDS) e Wilson Barboza Martins ( PMDB). Às vésperas do final do último mandato não faltaram romarias de companheiros para tentar convencê-los a mudar de ideia. Hoje, os que alimentam a tese de que André precisa voltar, são principalmente aqueles que de alguma forma foram prestigiados em suas gestões. Ora! Se a vida é um livro, é bom virar a página.


AINDA BEM... Se a Lava Jato pirou, como informam os ilustres e bem remunerados advogados do ex-presidente Lula (PT), isso significa que antes de ela existir era tudo normal! E como desmentir Marcelo Odebrecht com suas provas de propinas ? Restarão duas alternativas para ele - Lula: Curitiba e Uruguai. Apenas questão de tempo.


BALANÇO: 237 projetos de lei apresentados, 144 aprovados e 100 sancionados pelo Executivo Estadual , 27 à espera da sanção, 55 em tramitação, 17 vetados, 13 retirados pelos autores e 25 alvos de parecer contrário da Comissão de Constituição e Justiça. Esses os números da atuação da Assembleia Legislativa divulgados pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi.


E MAIS... Em 2016 as liberações de emendas parlamentares alcançaram o montante de R$36 milhões objetivando ações na assistência social, educação e saúde. Pelos números oficiais foram efetivados 600 atendimentos à prefeituras e entidades do nosso Estado.


LARANJÃO?  Glaucos CostaMarques, morador em Campo Grande, primo de José Carlos Bumlai, ainda não convenceu a opinião pública sobre sua real participação na compra de um apartamento em São Bernardo do Campo (SP) e que foi locado ao ex-presidente Lula (PT). Impressionante, não se consegue falar com o tal Glaucos. Como se diz: quem não deve não teme!


TERCEIRIZAÇÃO Tá aí um dos canais da corrupção da administração municipal, estadual e federal. Esse sistema possibilita manobras para que os contratantes faturem o pedágio ‘por fora’, além de colher outros dividendos. Como questiona o Juiz de Direito David Oliveira Gomes, da 2ª. Vara de Direitos Difusos: será que os 20 mil funcionários da prefeitura de Campo Grande não seriam suficientes para suprir as suas necessidades?


CADEIA  Figurões da política, (‘aqueles’), vão curtir o Natal e o Ano Novo atrás das grades, longe dos parentes e dos amigos. Imagine a diferença do ambiente aconchegante ou luxuoso de ocasiões anteriores com a simplicidade da prisão fria de Curitiba. Nestas horas não tem durão. O cara chora por dentro e por fora, concluiu que não valeu a pena essa gana por mais dinheiro. Adianta a grana que levaram se não estão podendo usufruir dele? Aliás, todos os políticos deveriam ao longo da vida visitar mais as prisões. Talvez as duras imagens funcionassem como uma autoadvertência contínua. Mas como dizia o jornalista Stanislaw Ponte Preta: “ Consciência é como vesícula; a gente só preocupa com ela quando dói”.


ESCOLHAS  O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) não poupando ao cronista críticas ao PDT por preferir caminhar com o PT. Lembrou que seu ex-partido já perdeu os senadores Cristovam Buarque (DF), José Antonio Reguffe (DF) e Lasier Martins (RS). Para o parlamentar, aqui no Estado o PDT ficou refém dos interesses pessoais do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT). “Sem futuro” – diz ele. 


QUEBRADO  O brasileiro consciente, sente na pele que o Partido dos Trabalhadores conseguiu quebrar o país. Hoje temos um final de ano muito pior se comparado àqueles no ‘Governo Collor’ e Plano Cruzado do presidente José Sarney. As perspectivas nada animadoras para 2017. Os petistas encolhidos e vários de seus ídolos presos.


ARREMATE  Dom Evaristo Arns, ex-cardeal da Arquiocese de São Paulo, uma referência na luta em defesa dos direitos humanos dos opositores ao regime de 1964. Mas imagino que ele morreu decepcionado com os rumos seguidos pelos seus amigos do PT, que implantaram um modelo muito mais corrupto daquele que tanto criticavam. Na sua ingenuidade não percebeu o caráter da tal esquerda que se fingia de santa e pura.


 “Um país se faz com homens, mulheres, políticos, escândalos e feriados”. ( Falcão)

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Publicidade
Mais em Manoel Afonso
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS